Iguaria harmoniza bem com espumantes, que em função de sua acidez, equilibra a gordura do prato

Qual a primeira bebida que você pensa na hora de acompanhar uma feijoada? Provavelmente, suas primeiras opções nem consideram o vinho. E isso se dá porque, em grande parte, o brasileiro ainda está desenvolvendo o hábito de beber vinho, explorando suas possibilidades e entendendo que existe um tipo (ou alguns tipos) de vinho para cada prato ou ocasião.

E mesmo a feijoada, uma comida comumente ligada à cerveja, caipirinha entre outras preferências brasileiras, pode sim ser harmonizada com vinho, proporcionando uma experiência surpreendente.

Mas não é qualquer vinho que cai bem com uma feijoada. A enóloga e sócia da Vinhos Viapiana, Débora Viapiana, explica que a iguaria exige um rótulo com características específicas. “Embora seja um dos pratos mais populares entre os brasileiros, ele é extremamente difícil de harmonizar por se salgado, defumado e gorduroso. Normalmente indica-se espumante para essa harmonização, em função da acidez que equilibra a gordura do prato”, esclarece.

Apesar de espumantes em geral serem indicados para harmonizar com uma feijoada, existem ainda, vinhos que podem se encaixar perfeitamente, como é o caso do Viapiana Espumante Tinto Gamay, pois une as propriedades do espumante e do vinho tinto. “Como esse nosso espumante é tinto, além da acidez ele tem um corpo leve, que harmoniza perfeitamente com a estrutura da feijoada, criando uma experiência super diferente e deliciosa”, indica Débora.

E então, que tal sair da rotina, experimentar novas combinações de sabores e se deixar surpreender? Mais informações podem ser obtidas em www.vinhosdosaltosmontes.com.br.