A evolução de um vinho com screwcap

Muitos acreditam que só é possível envelhecer um vinho com tampas de cortiça

Antes de responder se podemos envelhecer vinhos com tampa de rosca, seria interessante ponderar o que entendemos por envelhecer. O tempo em garrafa pode fazer com que um vinho “evolua”. Quantidades minúsculas de oxigênio ajudam a promover algumas transformações na bebida com o passar do tempo, criando sabores e aromas (graças a alterações moleculares) que não serão os mesmos de um vinho jovem.

Assim, tornou-se meio que consenso no mundo do vinho que somente vinhos com rolhas de cortiça conseguem apresentar uma evolução que justifique a guarda, pois há a ideia de que a cortiça seria permeável a essas quantidades mínimas de oxigênio. Os selados com tampa de rosca, por outro lado, não possuiriam essa “vantagem” e, portanto, seria melhor se consumidos ainda jovens.

No entanto, ainda há muita discordância sobre isso, especialmente depois que pesquisas mostram que a cortiça, ao que parece, não deixa o oxigênio entrar e, sim, apenas libera, com o tempo, o que já existe em suas tramas. Ainda assim, com o tempo, algumas empresas chegaram a criar tampas de rosca permeáveis – apesar de o conceito ainda estar sendo discutido.